0

Ato de vandalismo danifica estátua religiosa de monumento em Espírito Santo do Dourado

Magson Gomes
16/09/2019

Moradores que encontraram a imagem fora do lugar a puseram de volta no monumento. As marcas por onde a estátua foi arrastada ficaram no asfalto. Foto: reprodução

O padre Paulo Giovani Pereira, da Paróquia do Divino Espírito Santo, em Espírito Santo do Dourado, registrou um boletim de ocorrência na Polícia Militar contra um ato de vandalismo no monumento da Sagrada Família, que fica no trevo de acesso à cidade.

Na manhã desta segunda-feira (16), moradores encontraram a imagem do menino Jesus com Nossa Senhora jogada em um ponto de ônibus de frente para o monumento. A estátua de cimento foi arrancada do local original, arrastada pelo asfalto e deixada do outro lado da pista.

Os primeiros moradores que viram a imagem fora do lugar, se juntaram e levado de volta para o monumento. O padre Paulo Giovani conta que a estátua foi danificada na base, com parte dos pés quebrados e também tem uma trinca no pescoço da imagem.

Ainda de acordo com o pároco, foi a primeira vez que um ato de vandalismo no monumento religioso foi registrado na cidade. O local foi inaugurado em 2016.

A PM busca por imagens de segurança de prédios públicos próximos do local para tentar identificar os responsáveis pelo ato de vandalismo.

A paróquia divulgou nota de repúdio ao vandalismo e intolerância.

NOTA DE REPÚDIO AO ATO DE VANDALISMO E INTOLERÂNCIA CONTRA A IMAGEM DO MENINO JESUS DO TREVO DA CIDADE

A paróquia Divino Espírito Santo manifesta  o seu repúdio  ao ato de vandalismo ocorrido no monumento da Sagrada Família, localizado no trevo de acesso da cidade de Espírito Santo do Dourado -MG durante a madrugada desta segunda-feira, dia 16 de setembro. A imagem do menino Jesus foi retirada do monumento e arrastada até o ponto de ônibus, que fica do outro lado da avenida. A imagem sofreu diversos danos como quebra do pescoço, dos pés e  da base da imagem. O munumento é feito de cimento e constituído pela Sagrada Família, o Divino Espirito Santo e também uma pequena imagem de Nossa Senhora Aparecida. Tal ato demonstra o total desrespeito para com figuras religiosas que representam a religiosidade do povo douradense e também a falta de cidadania dos realizadores, ou realizador, pois o mesmo é também patrimônio cultural do município e simboliza a acolhida do povo douradense. As medidas cabíveis estão sendo tomadas.  Pedimos aos paroquianos que neste momento de desrespeito para com a nossa fé orem pelos que cometeram tal ato. Que a Sagrada Família de Nazaré continue inspirando-nos no caminho da santidade no seguimento a Jesus Cristo. Deus abençoe a todos os paroquianos e tenha misericórdia daqueles que cometeram o ato.

Pe. Paulo Giovanni Pereira

Pároco – Páróquia Divino Espírito Santo de Espírito Santo do Dourado – MG

Arquidiocese de Pouso Alegre

Foto: reprodução

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.