0

Jovem é morto a facadas pelo primo em Pouso Alegre

Magson Gomes
14/09/2019

Suspeito fugiu do local do crime e ainda não foi preso. Motivo da briga teria sido uma discussão de família. Vítima deixa esposa e filhinha de três meses. Mãe do suspeito afirma que filho agiu em legítima defesa [notícia atualizada 15/09/19 às 08h40]

O corpo do jovem Patrick de Paula Conceição, de 23 anos, foi sepultado na tarde deste sábado (14), no Cemitério Municipal de Pouso Alegre. Patrick foi morto a facadas na noite de ontem (13), segundo a Polícia Militar, após uma discussão com o primo, Gabriel Bernardes de Lima, de 24 anos.

Patrick estava desempregado e revendia perfumes. Foto: reprodução

De acordo com a PM, os dois jovens moraram em casas que ficam no mesmo terreno, onde também moram outros familiares, no bairro Jardim Yara. Ainda segundo o boletim de ocorrência, Patrick teria discutido com a mãe do suspeito. Gabriel entrou no meio da discussão para tirar satisfação e os dois brigaram de socos. Numa continuação da briga, instantes depois, Gabriel esfaqueou o primo com duas facadas na altura do abdômen. A vítima foi socorrida, mas deu entrada no hospital já sem vida.

Patrick era casado e tinha uma filha de três meses. A esposa da vítima, Cintia Caroline, confirma que o crime foi após uma briga entre os primos. Ainda de acordo com Cíntia, os dois já tinham discutido outras vezes por conta do comportamento do suspeito, e esse teria sido o motivo do início da discussão de ontem que terminou em crime.

O suspeito do crime fugiu em um carro e ainda não foi encontrado pela polícia.

Mãe do suspeito diz que filho agiu que crime foi legítima defesa

A mãe do suspeito, Renata Bernardes, afirma que o filho agiu em legítima defesa. Segundo Renata, ela foi xingada e agredida por Patrick.

“Primeiro ele me chamou de biscate e chutou meu estômago. Os dois entraram em luta corporal já tinha acabado, meu filho foi buscar a roupa na casa dele, que é no mesmo quintal que o Patrick, quando passou levou uma facada na cabeça e socos inglês”, conta a mãe do suspeito.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.