0

Estudante que sofreu tentativa de feminicídio presta depoimento na delegacia de Pouso Alegre

Magson Gomes
28/06/2019

Gabriela Tibúrzio esteve na delegacia pela segunda vez e concluiu depoimento iniciado no dia anterior. Ela confirmou que a ação do ex foi premeditada. Nos próximos dias, a Polícia Civil poderá pedir a prisão preventiva do autor da tentativa de feminicídio.

Gabriela foi atingida no pescoço e na mão e deve passar por nova cirurgia para recuperar movimento dos dedos.

Nesta sexta-feira (28), quatro dias depois de ser esfaqueada pelo ex-namorado, a estudante de enfermagem, Gabriela Tibúrzio, de 21 anos, esteve na delegacia da Polícia Civil de Pouso Alegre para concluir o depoimento para a delegada do caso, Cibele Molinari. Gabriela chegou na delegacia por volta das 10h. Ela tinha um curativo próximo ao maxilar, onde foi atingida por uma facada; a mão direita também está enfaixada onde ela teve dois dedos atingidos pela faca usada pelo ex-namorado Augusto César Falcão Pessa, de 26 anos. Gabriela estava acompanhada da mãe.

O depoimento da jovem durou cerca de duas horas. Ao sair, Gabriela ainda se mostrava nervosa diante da situação e não quis falar com a reportagem. No dia anterior, a jovem também esteve na delegacia, mas sofreu um mal estar e não conseguiu concluir o depoimento, tendo que ser atendida pelo Samu.

De acordo com a delegada, Gabriela contou que o ex-namorado a convidou para ir até o alto do bairro Colina de Santa Bárbara para encontrar com ele e com a filha do casal, uma menina de 03 anos, para um piquenique. Mas, ao chegar no local, a filha não estava. Augusto César, conhecido com Guto, estava com uma faca e, em momento em que Gabriela teria ficado de costas, ela foi atingida pelos golpes que acertaram o pescoço e mão. Gabriela caiu no chão e fingiu de morta, quando o rapaz fugiu do local.

Para a delegada Cibele Molinari, a versão de Gabriela demonstra que o rapaz agiu de forma premeditada, diferente da versão contada por ele na quarta-feira, quando se apresentou na delegacia, acompanhado de um advogado. Segundo a delegada, o rapaz admitiu que esfaqueou a ex-namorada. Porém, ele disse que não tem consciência de como tudo aconteceu. “Ele diz que perdeu a cabeça; que as vistas escureceram e nem sabe como agiu”, relata delegada Cibele.

Ainda conforme a delegada, o ex-casal não relatou casos de brigas anteriores. Nos próximos dias, a polícia Civil vai ouvir mais pessoas, testemunhas do caso, e poderá pedir a prisão preventiva do rapaz autor da tentativa de feminicídio.

Gabriela e Augusto Cesár estão separados há cerca de um mês. Os dois tem uma filha de três anos. No fim da tarde da última segunda-feira, Augusto, que tinha passado o fim de semana com a filha, convidou Gabriela para encontra-los no alto do bairro Colina de Santa Bárbara, com vista para a cidade, para um piquenique. Quando a estudante chegou ao local, percebeu que a filha não estava. Em um momento de distração da moça, o rapaz atingiu o pescoço e a mão direita dela. Gabriela foi socorrida pelos Bombeiros e Augusto Cesár fugiu.

 

 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.