0

Estudantes protestam contra cortes na Educação do governo Bolsonaro

Magson Gomes
11/05/2019

Estudantes de instituições federais do Sul de Minas se concentraram na manhã deste sábado (11) no Centro de Pouso Alegre para um protesto contra o corte de verba na Educação anunciado pelo governo Bolsonaro na semana passada. O bloqueio de verba passa de 30% no orçamento anual de algumas universidades e institutos.

Os manifestantes, na maioria jovens, estavam com cartazes, faixas, apitos e caras pintadas. Um carro de som foi utilizado para os discursos de alunos, professores e outras pessoas que foram ao ato apoiar o protesto. VEJA NO VÍDEO.

Na semana passada, a reitoria do Instituto Federal do Sul de Minas (IFSULDEMINAS), com sede em Pouso Alegre, divulgou nota para informar que o bloqueio de verba anunciado pelo Ministério da Educação (MEC) irá atingir a instituição. Segundo a reitoria, o corte no orçamento anual será de R$ 16 milhões. O comunicado diz que o bloqueio prejudicará o funcionamento das escolas, atingindo diretamente os alunos e toda a sociedade, com possibilidade de cortes de alguns serviços prestados e até desligamentos de funcionários terceirizados.

Atualmente, o IFSULDEMINAS tem 27 mil alunos em oito campi na região, além de polos de ensino em outras cidades, abrangendo um total de 50 municípios. São 263 cursos técnicos, superiores, especialização, mestrado, entre outros. A instituição existe há mais de 100 anos, até 2008 eram as Escolas Agrotécnicas Federais de Inconfidentes, Machado e Muzambinho.

Além de alunos e professores do IFSULDEMINAS, no protesto deste sábado também havia estudantes da UNIFEI de Itajubá e da UNIFAL de Alfenas.

Na próxima segunda-feira (13), o protesto será feito pelos servidores das instituições federais de todo o Brasil. Os atos acontecerão simultaneamente nas sedes de cada instituição.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.