0

Banda Filarmônica criada por músicos de Pouso Alegre faz concerto de estreia nesta sexta

Por Terra do Mandu
10/05/2019

Apresentação terá a participação especial do violeiro Zé Helder e Trio Minas. Concerto será na Faculdade de Direito, em prol da SHINE.

Foto: divulgação

Que tal começar as comemorações do Dia das Mães assistindo a concerto musical?  Nesta sexta-feira (10), tem o concerto de estreia da Banda Filarmônica do Vale do Sapucaí. A apresentação será a partir das 20h, na Faculdade de Direito do Sul de Minas – FDSM, em Pouso Alegre.

Para acompanhar o concerto basta levar algum produto de higiene pessoal, produtos de limpeza ou óleo de cozinha que serão doados à SHINE, entidade que atende crianças e adolescentes no processo de reabilitação multifuncional. Mas, quem não levar nenhum produto também poderá assistir o evento.

Um dos idealizadores da Banda está o capitão Ricardo Rosental que, por muitos anos, foi músico e regente da Banda do 20º Batalhão da Polícia Militar. Depois que entrou para a reserva da PM, se juntou com outros músicos da região e criaram a Banda Filarmônica do Vale do Sapucaí. A Banda está com 45 músicos entre professores, alunos e ex-alunos do Conservatório de Pouso Alegre.

A banda começou a ser formada no ano passado e o primeiro ensaio ocorreu em março deste ano. O capitão Rosental diz que a intenção ao formar a banda é levar música de qualidade a diferentes públicos e, ao mesmo tempo, servir de estímulo para o aprimoramento técnico de seus integrantes. Outro objetivo é fazer apresentações com o intuito de ajudar entidades filantrópicas de Pouso Alegre e região, como esse concerto de estreia.

“A apresentação de hoje será uma degustação do que a Banda Filarmônica é capaz de produzir. São várias possibilidades, desde música sertaneja, MPB, jazz e música erudita”, conta o regente Rosental. A banda traz em sua formação instrumentos de sopro, percussão, além de piano, contrabaixo e guitarra elétrica.

Curiosidade: Banda Filarmônica x Orquestra Sinfônica

A diferença entre uma e outra está, basicamente, em porque quem ela é mantida. As orquestras sinfônicas são mantidas por instituições públicas, como estado, prefeituras, conservatórios…. Já as bandas filarmônicas são mantidas por entidades sem fins lucrativos.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.