0

Mulher é morta a golpes de tesoura dentro de salão em Extrema

Magson Gomes
16/04/2019

Suspeito do crime era o companheiro da cabeleireira Marie Daphney, de 28 anos. Os dois são haitianos. Esse é o segundo caso de feminicídio da semana. Ontem, uma mulher também foi assassinada a facadas pelo ex-companheiro. em Varginha.

Haitiana foi atacada dentro do salão de beleza. Foto: Osmar Paulino/Gazeta da Cidade

Uma mulher foi morta a facadas na manhã desta terça-feira (16), em Extrema, Sul de Minas. O suspeito do crime é o companheiro dela. Segundo a Polícia Militar, os dois são haitianos. A vítima é a cabeleireira Marie Daphney Romulos, de 28 anos. O suspeito é o companheiro dela, Rubens Sebastien Blaise, de 27 anos. A PM faz rastreamento em busca do homem.

O crime aconteceu próximo ao Centro da cidade, na esquina das ruas Bragança com Domingos Morbidelle. A mulher foi morta com facadas no abdômen. O crime foi dentro do salão de beleza onde a vítima trabalhava.

Uma testemunha contou ao jornal Gazeta da Cidade que a vítima já estava reclamando do companheiro há algum tempo, pois ele a agredia verbalmente em seu local de trabalho. E, inclusive, havia feito ameaças, dizendo que se ela cortasse um cabelo masculino, a mataria. “Então ela já estava com medo dele”, disse a testemunha. “Ele saiu andando calmamente do salão após matá-la”, completou.

Segundo caso da semana no Sul de Minas

A morte da haitiana é o segundo caso de feminicídio registrado no Sul de Minas na semana. Ontem, uma mulher de 23 anos foi morta, também a facadas, pelo ex-companheiro que não aceitava o fim do relacionamento. O crime foi no bairro Vila Mendes, em Varginha.

Ana Caroline Anselmo foi atacada quando voltava da padaria, às 08h30. Ela morava na casa dos pais, junto com os dois filhos que teve com o ex, um menino de 5 anos e uma menina de 2 anos. As crianças estavam na casa na hora do crime.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.