0

Produtores rurais de Pouso Alegre serão premiados pela preservação de nascentes

Magson Gomes
18/02/2019

Agricultor poderá receber até R$ 400 por hectare. O projeto ‘Nossa Água, Nosso Futuro’, será apresentado a produtores do Pantano, nesta terça-feira, às 19h, na sede da cooperativa dos morangueiros.

Projeto inicia pela bacia do Rio Mandu, responsável pelo abastecimento de 70% de água em Pouso Alegre – Foto: Ascom PMPA

A prefeitura de Pouso Alegre vai pagar valores em dinheiro para os produtores rurais que preservarem as nascentes de água existentes em suas propriedades. O projeto ‘Nossa Água, Nosso Futuro’ foi criado no ano passado, após aprovação na Câmara, e agora começa a ser implantado. Nesta terça-feira (19), técnicos das secretarias de Meio Ambiente e Planejamento Urbano estarão no Distrito São José do Pantano apresentando o projeto aos agricultores locais. O encontro será às 19h, na sede da cooperativa dos morangueiros.

A proposta inclui ações de reflorestamento, manutenção de cobertura florestal, saneamento ambiental e agricultura sustentável. Os agricultores que aderirem ao projeto terão auxílio técnico e insumos, como mourões, arames e mudas de plantas. Após essa etapa de cercamento, técnicos da prefeitura irão elaborar o relatório que definirá o pagamento em espécie para cada uma das metas estabelecidas, entre elas produção de água, boas práticas de conservação do solo e medidas adequadas de saneamento ambiental.

A primeira etapa do projeto contempla as propriedades localizadas na bacia do Rio Mandu, responsável por 70% do abastecimento de água da cidade. Para participar do projeto, os produtores deverão fazer um cadastro na Central Municipal de Atendimento.

De acordo com o analista ambiental da prefeitura, e um dos coordenadores do projeto, Farley Soares, cada produtor poderá receber até R$ 400 por hectare. “Por exemplo, se a propriedade tem 10 hectares e o agricultor atendeu todas as metas do projeto, ele vai receber R$ 4 mil dividido em 12 parcelas. O valor é anual”.

A cada seis meses, o Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente (COMDEMA) irá avaliar o desenvolvimento do projeto nas propriedades e o cumprimento das metas.

Para o secretário municipal de Planejamento Urbano de Pouso Alegre, Rinaldo Oliveira, a proposta será um incentivo para a proteção das nascentes e recuperação de matas ciliares, “além de permitir uma complementação de renda ao pequeno produtor rural”, diz.
O nome “Nossa Água, Nosso Futuro” foi escolhido pelos alunos das escolas municipais, por meio de um concurso.

Integra iniciativa de Extrema

O projeto de Pouso Alegre integra o “Projeto Conservador da Mantiqueira”, desenvolvido em Extrema, também no Sul de Minas. O projeto de Extrema surgiu em 2005 com o nome Conservador das Águas, como a iniciativa tem apresentados resultados positivos, o projeto se expandiu para outros municípios.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.