0

Vigilância Sanitária de Borda fecha galpão clandestino de medicamentos na cidade

Por Terra do Mandu
31/01/2019

Empresa teria migrado para Borda da Mata depois de sofrer mesma ação em Pouso Alegre, no fim do ano passado.

Uma transportadora clandestina de medicamentos foi fechada nesta quinta-feira (31) pela Vigilância Sanitária Municipal de Borda da Mata (foto). Milhares de caixas de remédios estavam espalhadas pelo chão, de forma imprópria, prontas para serem distribuídas em farmácias do Sul de Minas. Duas mulheres, que seriam as responsáveis pelo local, foram conduzidas para a delegacia de Polícia Civil.

De acordo com o diretor da Vigilância Sanitária de Borda da Mata, Matheus Menezes Gabrilli, o órgão recebeu várias denúncias de que uma empresa que atua no ramo de distribuição de medicamentos estaria funcionando clandestinamente na cidade. Seria a mesma transportadora que no fim de 2018 teve um galpão interditado em Pouso Alegre, pela Vigilância Sanitária do município vizinho. De posse das informações, o local passou a ser monitorado e nesta sexta os fiscais agiram.

Galpão fica na área urbana de Borda da Mata. (Fotos: Vigilância Sanitária)

A empresa não tinha nenhuma liberação para funcionar no local. Segundo Gabrilli, aproximadamente, mil caixas de medicamentos estavam espalhadas pelo chão, prontas para serem colocadas em carros, também sem refrigeração, e levadas para farmácias do Sul de Minas. Havia caixas de medicamentos com temperatura até 30° acima do que deveria estar acondicionadas. Ainda segundo a Vigilância, a transportadora não chegou a conseguir fazer distribuição a partir desse galpão clandestino.

A Polícia Militar e a Vigilância Sanitária de Pouso Alegre deram apoio na operação.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.