0

Primeiro cinema autossustentável do Brasil é construído em Itajubá

Magson Gomes
30/10/2018

Empreendimento está em fase final de construção e terá geração própria de energia, sistema de captação de água da chuva, estacionamento para recarregar carro elétrico, entre outras inovações. Estão sendo investidos R$ 10 milhões. O projeto é da Rede Cine A, que também tem cinema em Pouso Alegre.

Itajubá, no Sul de Minas, foi a cidade escolhida para receber o mais moderno, tecnológico e sustentável cinema de rua do Brasil. A Rede de Cinemas Cine A constrói na cidade o empreendimento que terá captação e reaproveitamento de água da chuva, usina solar própria para geração de energia fotovoltaica, além de espaços que incentivam o uso da bicicleta, descarte do lixo eletrônico e até a recarga de carros elétricos. Segundo a Rede Cine A, é o primeiro cinema autossustentável do Brasil.

O cinema terá quatro salas com o que existe de mais avançado em som Dolby Atmos e imagem 3D e 4K.

A inauguração está prevista para 12 de dezembro de 2018, onde os itajubenses, visitantes e moradores da região passarão a utilizar este inédito espaço de lazer, cultura e sustentabilidade que é motivo de orgulho para todo o Brasil.

O complexo tem 4.058 m² de área construída e fica localizado no bairro Estiva, próximo ao Teatro Municipal e prefeitura da cidade. A Rede Cine A está investindo cerca de R$ 10 milhões no projeto. Além das salas de exibição e da estrutura tradicional de um cinema, são dois restaurantes, academia ao ar livre, espaço para prática de Yoga, Slackline, meditação e dança. O projeto arquitetônico tem um design arrojado e elegante, com foco em conforto e lazer.

“Os cinéfilos precisam de mais cinemas de rua. O mundo precisa de mais ações sociais e construções inteligentes. Essa é a nossa proposta, com a construção desse complexo moderno, inovador e autossustentável. Vamos juntos construir um mundo melhor. Um lugar limpo, rico de cultura e repleto de emoção”, afirma Silvio Gutierris, diretor da Rede Cine A.

Obra já está adiantada (Foto: Divulgação)

Energia limpa

A usina solar terá capacidade para gerar 24 mil KWH/mês, quantidade suficiente para abastecer todo o complexo. A energia sustentável e limpa é produzida através da irradiação solar. As

células fotovoltaicas presentes nos semicondutores interligados das placas geram partículas de energia quando expostas à luz. O sistema pode funcionar mesmo com baixa irradiação solar

A usina do Cine A Itajubá é certificada internacionalmente (LEED).

Captação de água

Um sistema de cisternas para o reaproveitamento da água da chuva simultâneo à água de reuso está em implantação.

A unidade de Itajubá terá capacidade de armazenamento plena de até 40 mil litros de água, o que representará uma economia de até 50% do recurso hídrico potável necessário para o abastecimento da unidade.

Carregador de carro elétrico

Outra novidade trazida pelo complexo do Cine A é o estacionamento com carregador para carros elétricos. A recarga tem o benefício de reduzir a poluição sonora e do ar. Qualquer pessoa pode abastecer seu carro elétrico ou híbrido sem custo algum, durante o horário de funcionamento do cinema O carro elétrico é uma das soluções para diminuir a emissão de gases de efeito estufa e outras emissões de gases poluentes pelo setor automobilístico.

Estacionamento para bicicletas

Itajubá é a cidade do Sul de Minas onde os moradores mais utilizam bicicletas como meio de transporte. Para incentivar essa alternativa sustentável de mobilidade urbana, o complexo tem bicicletários seguros.

Coleta de lixo eletrônico

Fechando o ciclo da sustentabilidade, o cinema oferece locais para o descarte correto do lixo eletrônico. As pessoas poderão levar seus computadores, monitores, aparelhos telefônicos e celulares, baterias, pilhas, cabos, TV’s, câmeras fotográficas, impressoras e tudo mais o que estiver inutilizado e estragado em casa. Esse tipo de material, quando descartado de forma incorreta, provoca sérios danos ao meio ambiente e à saúde humana.

As mais modernas salas de cinema com tecnologias 3D, 4K e DOLBY

ATMOS

Se o complexo é encantador, imagine a experiência oferecida pelas quatro salas do cinema. Tecnologia 3D, a ilusão de fazer parte do filme, com reforço da percepção de

profundidade para o espectador. A tecnologia 4K garante telas com resolução de 3840×2160 pixels, totalizando 8.294.400 pixels, ou seja, quatro vezes mais resolução que o FULL HD

(1080p).

Já com o sistema de som Dolby Atmos, quem está dentro da sala de cinema tem a experiência de ouvir todas as nuances sonoras colocadas no filme pelos cineastas de forma completa e inigualável. A sensação é de que o som está correndo pelos quatro cantos da sala de cinema, vindo do chão, do teto, das paredes, de frente, enfim, por todos os lados. Uma experiência fiel ao conteúdo disponibilizado no filme.

Sobre a Rede Cine A

A mais completa Rede de Cinemas do Sul de Minas e Leste Paulista nasceu em 12 de novembro de 2004, na cidade de Machado, Minas Gerais.

Inicialmente, o primeiro cinema recebeu o nome de Cine Art Café e, rapidamente, tornou-se ponto de encontro cultural da cidade. Ao longo destes anos, diversos investimentos foram feitos, como o 4K, um dos diferenciais da Rede Cine A e uma das poucas exibidoras que possuem a tecnologia. Assim, sua trajetória de expansão começou com a rápida multiplicação de salas, consolidando-se no mercado cinematográfico. A partir daí, a empresa se tornou a maior exibidora do Sul de Minas Gerais e passou a se chamar Rede Cine A.

Atualmente, conta com unidades localizadas nos estados de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Pará.


[metaslider id=”4967″]

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.