Filhotes de cadela são abandonados em caixa de papelão

Em reportagem recente aqui no Terra do Mandu, a diretora do Centro de Bem-Estar Animal já alertava que o problema da superpopulação de cães de rua é culpa da ‘irresponsabilidade de algumas pessoas’

Judiação! Uma caixa de papelão onde foi comprada uma cafeteira elétrica foi utilizada por uma pessoa ‘sem coração’ para abandonar seis filhotes de cachorro na manhã deste domingo (03), na Avenida Waldemar de Azevedo Junqueira, a Avenida do Horto, já próximo do Parque Natural Municipal de Pouso Alegre.

Pessoas que faziam atividade física avistaram os filhotes ao redor daquela caixa de papelão. a cada momento, chega uma pessoa para lamentar aquela situação e revezar no cuidado dos filhotes sem raça definida.

Moradores da região já providenciaram uma vasilha com ração, enquanto outros voluntários buscavam água no Parque para dar aos filhotes, machos e fêmeas. VEJA O VÍDEO ABAIXO!

Moradores do bairro e pessoas que faziam caminhada pararam ara cuidar dos filhotes.

Ninguém viu quem abandonou os filhotes no local. Mas, um dos moradores do bairro contou que não é a primeira vez que isso acontece por ali, no bairro Jardim Floresta. Ele, inclusive, estava com uma cadela adotada após ser abandonada em uma construção.

Por enquanto, os filhotes abandonados neste domingo permanecem no local, a espera de voluntários que tenham como cuidar deles.

Em reportagem recente aqui no Terra do Mandu, diretora do Centro de Bem-Estar Animal já alertava que o problema da superpopulação de cães de rua é culpa da ‘irresponsabilidade de algumas pessoas’ que abandonam os animais nas ruas como se fossem lixo.

Mais de 100 animais, entre cães e gatos, estão à espera de adoção no Centro de Bem-Estar

A capacidade do Centro de Bem Estar é para 60 animais. Mas atualmente está com o dobro da lotação. Todos já castrados, vacinados, a espera de um novo lar.

“A rua não é lugar para animal nenhum. Todos merecem um lar, amor e carinho. E respeito, principalmente”, diz Roberta Carvalho.

Os donos devem castrar e não abandonar os animais nas ruas, como lixo…

O Centro de Bem Estar não é um canil. A diretora do local chama a atenção que as pessoas acham que todos os animais que estão nas ruas deveriam ser recolhidos. Roberta lembra que não é assim que funciona e que não existe lar para todos. A diretora também afirma que a castração é a solução. E que a população tem que ter consciência e não jogar o animal na rua como lixo, por qualquer motivo.

“Se as pessoas tiverem mais consciência, mais respeito, mais responsabilidade, nós não teremos esse problema. Uma parte da população reclama, mas outra parte faz isso. Então a gente não consegue resolver esse problema por conta dessa irresponsabilidade”, diz Roberta Carvalho.

Os cães e gatos levados para o Centro de Bem Estar são tratados, caso estejam doentes, castrados e, depois de reabilitados, são colocados para adoção. Quando não aparecem voluntários que queiram adotar, os animais são devolvidos para os locais onde foram resgatados.