Conceição dos Ouros realiza a 21ª Festa do Polvilho

Nesta sexta tem show com a dupla Jads e Jadson. Festa vai até domingo.

A Capital Nacional do Polvilho, Conceição dos Ouros (MG) realiza neste fim de semana a tradicional Festa do Polvilho. Esta é a 21ª edição. Nesta sexta-feira (04) tem a coroação da Rainha do Polvilho, a partir das 22h, e, em seguida, show com a dupla sertaneja Jads & Jadson.

A programação vai até domingo (06) aniversário da cidade. No sábado tem show com Henrique & Diego, no domingo a dupla Cézar & Paulinho encerra as festividades. Esse último show terá entrada franca.

Capital do Polvilho

A Indústria do Polvilho Azedo representou, durante muito tempo, a maior fonte de renda do município. A produção surgiu no início do século 20 e garantiu a Conceição dos Ouros o título de “Capital Nacional do Polvilho”. Hoje, a produção de gesso e fábricas de autopeças também são importante na economia na cidade.

O processo de fabricação do polvilho é simples, quase artesanal e a tecnologia empregada foi desenvolvida pelos próprios produtores. Após a decantação do amido e a fermentação do produto obtido, o polvilho é levado para secar ao sol em jiraus.

A manipueira – água poluente e tóxica, resultante do processamento da mandioca – que antes poluía a água do rio e causava a morte de peixes, hoje é bombeada para terraços, em curvas de nível e utilizada para recarga do lençol freático e fertilização do solo.

A cidade produz de 13 a 15 mil toneladas de polvilho azedo por ano em suas 20 fábricas. A cadeia produtiva emprega cerca de três mil trabalhadores. Também têm sido mais bem aproveitados subprodutos como a casca – utilizada para adubação e alimentação animal – e a massa resultante da moagem da mandioca, destinada à alimentação bovina.

Fábricas de Polvilho onde se destacam os jiraus com o produto exposto ao sol para secar. (Com informações da prefeitura)