Bilac Pinto vota pelo arquivamento da denúncia contra o presidente Michel Temer

Único deputado federal da região de Pouso Alegre, Bilac Pinto (PR), votou pelo arquivamento da denúncia contra o presidente Michel Temer. O presidente foi denunciado pela Procuradoria Geral da República por corrupção passiva. A Câmara dos Deputados vota o relatório aprovado na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) onde pede arquivamento da denúncia. Ou seja, o não prosseguimento do caso para o Supremo Tribunal federal.

Veja o voto do deputado:

Se a Câmara desse o aval ao processo e o Supremo receber a denúncia, Temer se tornaria réu e ficaria afastado temporariamente do cargo. Se condenado, ele perderia o mandato.

Mas, com o placar já obtido na votação em andamento, a denúncia será arquivada.

O presidente passou a ser investigado a partir das delações premiadas da JBS. O empresário Joesley Batista, um dos donos do grupo, gravou sem o conhecimento de Temer uma conversa com o presidente no palácio do Jaburu, em 7 de março.

No diálogo, Temer aparentemente indica Rocha Loures como seu homem de confiança com quem Joesley poderia tratar de interesses da JBS no governo.

Posteriormente, Loures foi flagrado pela Polícia Federal recebendo uma mala com R$ 500 mil de um executivo da JBS, com quem, segundo as investigações da Procuradoria, teria negociado propina que poderia chegar ao valor de R$ 38 milhões.

Para a Procuradoria, Rocha Loures atuou como um intermediário de Temer, tanto na negociação quanto no recebimento da propina.