S.S. Bela Vista realiza festival de inverno com gastronomia, música e arte

Evento vai de sexta a domingo na praça principal da cidade.

Em cada cidade mineira que a gente vai, tem sempre uma senhora ou um local para encontrar uma iguaria do lugar. No caso de São Sebastião da bela Vista, do ladim de Pouso Alegre, o que você não pode deixar de experimentar é o Pão Cheio de Dona Chica. O prato é tombado como patrimônio imaterial do município.

Pois esse é apenas um dos atrativos do 3º Festival de Inverno da cidade. O evento começa na sexta-feira (28) e vai até domingo (30).

No menu artístico, uma programação diversificada que inclui apresentações de música clássica, MPB, rock e blues. Tem ainda exposições de arte com a inauguração do Centro Cultural Benedito Nadalini Barbosa na manhã do dia 29.

No menu gastronômico, além do Pão Cheio de dona Chica, uma variedade de sabores que vai desde comidinhas mineiras preparadas por gente da terra a pratos gourmets elaborados por chefs de restaurantes convidados, além de produtos artesanais e diferenciados. Palestras, relatos de experiência e roda de conversa sobre gastronomia complementam o menu.

“Uma proposta inovadora, pois vincula diversos sabores e saberes com a diversidade artística que já fazia parte do evento. O Festival tem como objetivo unificar a arte, a gastronomia e a cultura com a economia criativa, em um evento que visa o fomento à cultura, o incentivo e fortalecimento da gastronomia, do artesanato e dos artistas da localidade como também da região”, destaca o Secretário Municipal de Cultura, Uillian Santiago.

O que tem no Pão Cheio da Dona Chica?

Imagine um pão cheio! Imaginou um pão gigante com um super recheio? Não. Não é um pão – é uma super torta, recheada de carne de porco, queijo Minas, azeitonas e muito amor – amor de dona Francisca Adelino do Prado, conhecida por dona Chica, que aprendeu a receita há cerca de trinta anos e nunca mais parou.

Pensa que ela guarda a receita a sete chaves como um segredo só dela? Não. Ela bem que democratiza o aprendizado, “mas é difícil ficar igual”, conta ela. Sua filha Taciana e a conterrânea Nazaré, a Lé, são as aprendizes que mais se empenharam no ofício, sob o olhar carinhoso de dona Chica.

Por que tanto barulho com o Pão Cheio, que não é pão? Bom, ele é uma referência para o município e seu fazer culinário será resguardado para as gerações futuras. Como? Está iniciando um trabalho por meio do Governo de Bela Vista para seu registro no IEPHA – Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais, semelhante ao que foi feito com o Pastel de Milho, de Pouso Alegre, a Sopa de Marmelo, de Delfim Moreira e o Pé de Moleque, de Piranguinho.

O Pão Cheio da Dona Chica será a estrela do Festival. Terá um espaço só para ele, a Casa do Pão Cheio, para degustação e venda. É tema de um documentário que será apresentado no primeiro dia do evento e, também, de uma roda de conversa sobre culinária como patrimônio imaterial, da qual irão participar representantes dos municípios de Pouso Alegre, Piranguinho, Delfim Moreira e São Sebastião da Bela Vista, anfitrião do evento.


PROGRAMAÇÃO DO 3º FESTIVAL DE INVERNO DE S.S. BELA VISTA

28 de julho

19h – Abertura do Festival – palco principal

19h15 – Apresentação da Banda Belo Som – São Sebastião da Bela Vista – palco principal

20h – Lançamento do documentário O Pão Cheio da Dona Chica – São Sebastião da Bela Vista – palco principal

20h30 – Concerto Camerata JKO – CEMPA – Pouso Alegre – palco principal

21h – Show Duetos- palco principal

22h30 – Show Banda Candiera – Alfenas – palco principal

29 de julho

09h – Inauguração do Centro Cultural Benedito Nadalini Barbosa

– Orquestra JKO – CEMPA – Pouso Alegre

– Banda Belo Som – São Sebastião da Bela Vista

– Abertura da Exposição Os 4 de Minas – artistas Ângela Meyer, Eunice Vieth, Fátima Dutra, Henrique Monteiro – Pouso Alegre/Lambari

– Abertura da Exposição Kronos – artemetal – Renato Ribeiro – Pouso Alegre

11h – Palestra Um suco de fruta que se chama azeite

Eng. Agrônomo Gabriel Tarquínio Bertozzi de Poços de Caldas – Centro Cultural

12h – Show com Paulinho Ária – Borda da Mata – voz e violão – palco principal
13h – Apresentação dos alunos de violão do CRAS – São Sebastião da Bela Vista – palco principal
13h30 – Apresentações de Corais – palco principal

– Coral Vozes Em Canto – Cambuí

– Coral infantil Bela Vista EnCanto – São Sebastião da Bela Vista

– Grupo Vocal Doce Melodia – São Sebastião da Bela Vista

15h – Show com Miro Penha – São Gonçalo do Sapucaí – palco principal

15h30 – Relatos de experiência – empreendedorismo familiar – Centro Cultural

– A história do café especial – Grandpa Joel’s Coffee – Empreendedores Paula Dias, Pedro Dias e filhos – Santa Rita do Sapucaí

A cerveja Pós-Doc e seus sabores – Lançamento da cerveja especial de café – Empreendedores Prof. Dr.  Francisco Eduardo de Carvalho e Luciana Guimarães Pouso Alegre

16h30 – Apresentação Grupo Ballet do CRAS – São Sebastião da Bela Vista – palco principal

19h30 – Show Rayan Canale – Piracaia – Voz e Violão – palco principal

20h – Desfile da Melhor Idade São Sebastião da Bela Vista –  palco principal

22h – Show Grupo de Chorinho Brasileirinhos – Varginha – palco principal

23h – Show Patronagens Band – Santa Rita do Sapucaí – palco principal

30 de julho

09h30 – Roda de conversa – culinária regional, patrimônio imaterial dos municípios: São Sebastião da Bela Vista (Pão Cheio da Dona Chica), Delfim Moreira (Sopa de Marmelo), Piranguinho (Pé de Moleque) e Pouso Alegre (Pastel de Milho) – Centro Cultural

Participações
Uillian Gonçalves – Secretário de Cultura – São Sebastião da Bela Vista
Edméia Alkmin – Diretora de Patrimônio e Cultura – Delfim Moreira
Amélia Gonzaga Corrêa – Secretária M. de Educação e Cultura – Piranguinho
Aline Araújo – Assistente do Patrimônio Cultural – Superintendência M. de Cultura – Pouso Alegre

11h – Palestras Sabores do Vale – Coletivo Gastronômico – Santa Rita do Sapucaí – Centro Cultural

Cozinha Mineira Contemporânea – uma releitura – Chef Pablo Nogueira

Cozinha Afrodisíaca – entre o protocolo e a magia – Chef Cristiane Paula

12h – Show com Rayan Canale – Piracaia – Palco principal

13h – Lançamento do Projeto Bate Lata – CRAS – São Sebastião da Bela Vista – palco principal

14h – Grupo Vocal Mineirin – Santa Rita do Sapucaí – Palco principal

14h30 – Apresentação Corporação Mus. Maestro Walter Sales – Campanha – palco principal

15h – Apresentação da Banda Lira Santa Rita – Santa Rita do Sapucaí – palco principal

16h30 – Apresentação da Lira Musical Côn. Benedito Profício – Paraisópolis – palco principal

PRAÇA GASTRONÔMICA

Expositores convidados

– Sabores do Vale – Coletivo Gastronômico de Santa Rita do Sapucaí

Chef Pablo Nogueira, Chef Vagner de Simoni Chef Vitória Capistrano, Chef Cristiane Paula

Coordenação: Izabelle Carli

– Bar/Restaurante Manoel Joaquim – Itajubá

– Empório Primavera – Pouso Alegre [cervejas artesanais Pós-Doc, Discórdia, Mandu, produtos Granparma, Doce de Leite Rocca, Carne na Lata Xavante, geleias, antepastos etc]

– Love Green – Pouso Alegre

 – Oli Soft – Poços de Caldas

– Delícias do Café – Santa Rita do Sapucaí

– Coffee bike – Grandpa Joel’s Coffee – Santa Rita do Sapucaí

– Chocolate Tentação – Maria da Fé

– Alpharrabyo Store – Pouso Alegre

 Expositores locais 

– Casa do Pão Cheio

– De Minas Queijos e Doces

– Bar São José – Caldos da Vovó

– Tenda Baiana

– Delícias de Minas

– Do Milho

– Frigobela

– Empório Biscoitaria

– Pastel São Sebastiao

– Quitutes Bela Vista

– Cachaça Zé Maria

 

Com fotos e informações de Ana Beraldo