Bilac Pinto vota para que Michel Temer não seja investigado

Deputado mineiro foi colocado na CCJ de última hora para garantir mais um voto a favor de Temer.

Com o apoio do deputado, Bilac Pinto (PR) de Santa Rita do Sapucaí e mais 39 votos, o parecer que pedia o prosseguimento da denúncia contra o presidente Michel Temer foi rejeitado na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados. A votação foi nesta quinta-feira (14).

Bilac Pinto foi colocado na comissão de última hora em manobras feitas pelo governo para garantir a rejeição do relatório que dava continuidade ao pedido do procurador Geral da República, Rodrigo Janot, para que o Superior Tribunal de Jusitça (STF) analize denúncia com o presidente da República por crime de corrupção passiva.
Ao todo, 15 deputados que poderiam votar a favor da denúncia foram trocados por parlamentares que votariam pelo não prosseguimento, como foi o caso de Bilac Pinto.

Após rejeitar o relatório do deputado Sergio Zveiter (PMDB-RJ), a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara aprovou um novo parecer, de Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG), recomendando a rejeição da denúncia contra o presidente Michel Temer. E desta vez, Bilac Pinto votou sim.

O relatório de Abi-Ackel, aprovado 41 votos a 24, será submetido ao plenário da Câmara, a quem cabe a palavra final sobre autorizar ou não o STF a analisar a denúncia contra o presidente.